Category Archives: Sem categoria

Parceira da XI Bienal Internacional do Livro de Pernambuco conquista reconhecimento internacional

A escritora pernambucana Patrícia Gonçalves Tenório comemora conquista do seu trabalho “A menina do olho verde”, e que acaba de ser contemplado com o prestigiado Prêmio Il Convívio, na Itália. A premiada autora, que coordena na XI Bienal Internacional do Livro de Pernambuco, a acontecer de 06 a 15 de outubro, o I Seminário Nacional de Escrita Criativa, organizado pelo pioneiro na área, o escritor e professor gaúcho Luiz Antonio de Assis Brasil, editou o prestigiado livro com a Editora Raio de Sol no ano passado. E acabou lançando a publicação, lançado em maio na Livraria Cultura do Riomar, que integra artes a textos que refletem discussões sobre o nosso lugar no mundo a partir de personagens singulares registrados no livro que contam com diversos recortes de suas vidas em momentos distintos na qual a autora evidencia as peculiaridades da vida: medos, lutas, esperanças.

Escrevendo prosa e poesia desde 2004, Patrícia Gonçalves Tenório tem onze livros publicados: “O major – eterno é o espírito” (2005), “As joaninhas não mentem” (2006), “Grãos” (2007), “A mulher pela metade” (2009), “Diálogos e D´Agostinho” (2010), “Como se Ícaro falasse” (2012), “Fără nume/Sans nom” (Ars Longa, Romênia, 2013), “Vinte e um/Veintiuno” (Mundi Book, Espanha, abril, 2016), e este premiado “A menina do olho verde” (livros físico e virtual, Recife e Porto Alegre, maio e junho, 2016). Traduzido para o italiano por Alfredo Tagliavia, La bambina dagli occhi verdi foi publicado em setembro, 2016 pela editora IPOC – Italian Paths of Culture, de Milão.

Arte, Literatura e Cultura Pop integram a programação da Bienal 2017

XI Bienal do Livro de Pernambuco acontece de 6 a 15 de outubro de 2017,mas já vislumbra novidades em termos de ambiências e participações. Umagrande novidade anunciada pela organização é uma nova plataforma que irá movimentar diversas tribos, o Artists’Alley, uma iniciativa que nasceu com um dos maiores eventos da cultura pop no mundo na forma de um espaço para que quadrinistas independentes apresentassem seus mais novos trabalhos. E esta iniciativa conquista agora ambiência neste que é um dos maiores eventos literários do país e o principal de todo o Nordeste, que trará uma nova possibilidade para realizadores de história em quadrinhos na região e no país.

 

“Realizamos inscrições para aqueles quadrinistas que desejassem participar desta proposta dentro de um processo de seleção aberta. A intenção era dar oportunidade a quem está realizando trabalhos bacanas e relevantes ter essa janela para um público grande como o que congregamos numa Bienal Internacional do Livro de Pernambuco”, destaca Rogério Robalinho, empreendedor cultural, diretor da Cia. de Eventos e responsável pela edição em Pernambuco da Bienal do Livro. Espera-se assim reunir um grupo expressivo com trabalhos interessantes que possam dividir suas experiências com os visitantes da Bienal que conhecerão aqueles que passarem pela seleção realizada por meio de inscrição, cujos nomes serão apresentados até o final do mês.

 

E em paralelo esta plataforma específica envolverá um conteúdo próprio que está sendo desenvolvida pela organização do Bienal Internacional do Livro de Pernambuco conjuntamente com o pessoal do Nerd Café e do Canal Potterando. E dentro dessa perspectiva os organizadores conseguiram adesão dos realizadores do projeto em quadrinhos “A Noiva” desenvolvida pelo escritor Eron Vilar e o ilustrador Thony Silas, que resgatam nesta linguagem pop-contemporânea a Revolução Pernambucana de 1817, inspirada no romance “A Noiva da Revolução” de Paulo Santos de Oliveira.

 

A dupla ainda está responsável pelo workshop “Hq – Uma Experiência Autoral”, promovida com dois encontros de quatro horas (cada dia) que proporcionará a 28 interessados a vivenciar o processo de elaboração de uma História em Quadrinhos. Com proposta teórico-prática, a oficina é voltada para artistas independentes, professores, ilustradores e escritores e pretende despertar o interesse para novos autores independentes, além de fomentar a produção de produtos autorais e aquecer este mercado com discussões a respeito de políticas de produção e mercado. Para isso, serão abordadas todas as etapas de desenvolvimento de um projeto, desde a ideia inicial para concepção de roteiro até as ilustrações e finalização das páginas desenhadas. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas no site da Bienal Internacional do Livro de Pernambuco: http://www.bienalpernambuco.com/workshop-hq-uma-experiencia-autoral/

 

Sobre os facilitadores:

 

Eron Villar – Dono de uma escrita singular, sua obra condensa todos os seus talentos de iluminador, diretor, dramaturgo, professor, pesquisador e químico. Formado em Artes cênicas pela Universidade Federal de Pernambuco, escreveu para o teatro vários textos que já ganharam a vida e os palcos: Maria de Magdala,Meninas de Engenho, Babilônia – aquela que você conhece e Batente, e de poesias reunidas na obra Lua, Olhos Negros e Serpentes, lançada pela editora Poesia Fã Clube e Desencontos lançado pela VillaLux em Recife. Sua última obra é a série de HQs A Noiva, em parceria com o ilustrador Thony Silas, que retrata, sob um olhar poético, a Revolução Pernambucana de 1817.

 

Thony Silas – Um dos mais promissores ilustradores da nova geração, o jovem pernambucano Thony Silas, iniciou sua carreira como auxiliar de ilustrador em 2002, em Recife. Em 2012 teve seu primeiro trabalho publicado pela Marvel Comics, no título”Amazing Spider-Man:Ends of the Earth”. Daí por diante sua trajetória profissional só cresceu: ilustrou seis edições na revista “Venom”, três edições da minissérie de Daredevil: Dark Nights, simultaneamente ao primeiro trabalho pela DC Comics com Batman Beyond 2.0 concluído em outubro de 2014. Em julho de 2015 a convite do diretor Bruce Timm, pai da animação do universo DC Comics e Warner Bros ilustrou a animação Justice League: Gods and Monsters, e continua ilustrando publicações importantes do universo dos quadrinhos como Captain Marvel e Mosaic e Inumanos.

 

 

Sobre a oficina

“HQ – Uma Experiência Autoral”

Dias: Terça-feira (10/10) e Quarta-feira (11/10)

Hora: Das 14h às 18h.

Local: Sala de Oficinas da XI Bienal Internacional do Livro de Pernambuco

Endereço: Centro de Convenções de PE (Av. Professor Andrade Bezerra, s/n, Salgadinho)

CACURIÁ DE DONA TETÉ É UMA DAS ATRAÇÕES DA SEMANA DO LIVRO DE PERNAMBUCO

Almerice da Silva Santos, conhecida como D. Teté, foi a grande divulgadora dessa manifestação, responsável por tornar o cacuriá um dos símbolos da identidade cultural do Maranhão, era também caixeira do Divino Espírito Santo, rezava ladainhas, coreira de tambor de crioula e com participação em espetáculos de teatro.

O Cacuriá é uma dança tipicamente maranhense com influências da Festa do Divino Espírito Santo. ela  foi inventada por Seu Lauro, no ano de 1973, mestre popular que organizava vários de tipos de manifestações populares, como Festa do Divino, Bumba-meu boi, Baião Cruzado e outros.

O Cacuriá de Dona Teté foi criado pelo grupo Laborarte em 1986, tendo a frente arezadeira e caixeira da festa do Divino Espírito Santo Almerice da Silva Santos, Dona Teté. Durante o processo de criação do espetáculo o grupo Laborarte buscou elementos característicos que originaram da dança, identificar e expressar a teatralidade, a sensualidade latente da brincadeira, explorando o ritmo, o movimento dos quadris e a letra das canções, criando então uma identidade única que conquistou o público de maranhense e de outras regiões. Hoje, o Cacuriá de Dona Teté é referência para os outros grupos de cacuriá no Maranhão, além de ser reconhecido nacionalmente como um grande expoente das manifestações tradicionais brasileiras.

Atualmente, o espetáculo conta com 32 dançarinos, 04 caixeiras, cavaquinho, violão, flauta e efeitos percussivos, o Cacuriá de D. Teté apresenta um espetáculo alegre, dinâmico, ao som dos ritmos de carimbó, caroço, valsa e baião inspirado no carimbó de caixeiras. As músicas do espetáculo são de autoria de D. Teté, Rosa Reis, Cecé Ferreira, Dona Roxa, Camila Reis e de domínio popular.

As coreografias são criadas a partir dos movimentos dos pássaros e animais destacados nas letras das músicas, inspirada nas brincadeiras tradicionais, alegria das caixeiras e brincantes ao final da festa do divino, quando na derrubada do mastro érealização do carimbó de caixeiras.

O figurino de Cláudio Vasconcelos e adaptações do grupo Laborarte, é destaque do espetáculo, remete as indumentárias e adereços dos festeiros do divino Espírito Santo.

O espetáculo é envolvente e mexe com o público que ao final entra na roda e brinca com o elenco em algumas de suas coreografias.

Sobre nossa estadia na Flip

E aí, meus caros leitores, tudo bem com vocês?  Estivemos nesse evento maravilhoso que é a Flip e foram dias maravilhosos de muita cultura, debates com convidados maravilhosos, várias ideias e contatos para Pernambuco e nós vamos te contar tudo que rolou por lá, agora:

 

Chegamos cedo a esta grande festa, preparados para um grande festival!

IMG-20160630-WA0019

Trocando experiências com Leonardo Neto e Carlo Carrenho da PublishNews. Muitas ideias para Pernambuco!

IMG-20160630-WA0016

 

Que encontro maravilhoso com o escritor JP Cuenca

IMG-20160701-WA0031 (1)

Olha só que encontro maravilhoso. O ator revelou o desejo de retornar à Recife com sua peça teatral. 

IMG-20160701-WA0030 (1)

 

IMG-20160701-WA0032 (1)

 

Encontro com Torelli e Ricardo Costa da Frankfurt Buchmesse.

IMG_20160703_132306

 

Também não faltou cordel na Flip!

IMG-20160630-WA0007

Gente também não, a tenda dos autores completamente lotada!

IMG-20160630-WA0009

 

 

BEM VINDO AO BLOG DA BIENAL PE

 

 

E aí, meus queridos apaixonados por livros, como vão vocês? Hoje viemos trazer uma super novidade: o Blog da Bienal PE!

Sim, eu sei o quanto é difícil para nós esperarmos para nos encontrar de dois em dois anos, mas através das nossas redes sociais e do blog poderemos ficar mais próximos, conversar sobre livros,  trocar indicações de obras, debater as novidades literárias ou seja, estarmos completamente mergulhados nesse universo mágico da literatura.

Então, não precisa mais esperar, você sabe onde nos encontrar. Cheguem mais  e sejam muito bem vindos ao mundo espetacular da literatura!