XII Bienal do Livro de Pernambuco apresenta mistura de ritmos e muita poesia nesta quinta (10)

Fazem parte da programação lançamento de livro póstumo do poeta Manuca Almeida e pocket-show de Maciel Melo e Jorge de Altinho

Homenageando a cultura brasileira em todo seu esplendor e multiplicidade, a XII Bienal Internacional do Livro de Pernambuco traz nesta quinta (10) uma programação que passeia pelas expressões artísticas urbanas e populares. Recebendo de Batalha de MC’s a declamação de cordel, o evento acontece até o próximo dominfo (13), sempre das 10h às 22h.

No auditório Círculo das Ideias entre as principais atividades estão o painel “Escritoras negras: o poema quebrando com os silenciamentos”, às 13h30, que conta com a presença das poetisas Bell Puã, Inaldete Pinheiro, Odailta Alves e Patrícia Naia; e o bate-papo “Mercado de Cinema de Animação no Brasil”, às 20h30, com Rafael Buda, da Asaga Audiovisual, e o professor e animador Marcos Bucccini.

No Palco Além das Letras, o hip-hop comanda a partir das 17h, com suas rimas e energia. Através de uma parceria com Gênio MC, a Bienal recebe a última etapa da Batalha do Terminal, que inclui batalhas de Beatbox, de BeatMaker e de MC’s (homens e mulheres). Nesta quinta vão duelar MC’s das comunidades pernambucanas de Cajueiro, Água Fria, Beberibe, Torre, e centro de Jaboatão dos Guararapes. A final acontece no último dia do evento. Às 18h30 o ritmo muda e o ator Aldo Anísio apresenta o monólogo “Cordel Vivo”, onde dá vida a textos da literatura de cordel e aborda assuntos atuais com leves toques de humor.

Ainda no Além das Letras, às 19h será lançado o livro de bolso “Coesia” de Manuca Almeida, poeta performático, compositor e vencedor do Grammy Latino de Melhor Música Brasileira, em 2001, com a gravação de “Esperando na Janela”, na voz de Gilberto Gil. Falecido em 2017, Manuca teve uma carreira expressiva com músicas gravadas por Dominguinhos, Arnaldo Antunes, Ivete Sangalo, Família Caymmi, Rosa Passos, Falamansa entre outros.
O lançamento vai apresentar uma palestra com Lú Almeida e Dandara Almeida, respectivamente, esposa e filha do artista; um pocket-show com Maciel Melo e Jorge de Altinho, conhecidos parceiros musicais do escritor, um recital e uma exposição de produtos com a marca poética do autor, como camisetas, canecas e quadros decorativos.

Na Plataforma de Lançamentos a poesia continua. O Maestro Spok participa de uma sessão de autógrafos onde assina seu mais recente livro “Sementes”, que tem prefácio assinado pelo escritor Raimundo Carrero e ilustrações do filho do músico, Nilinho, de 11 anos.

A programação completa do evento é grande e as atividades são divididas por locais: Bienalzinha, Plataforma de Lançamentos, Espaço Alquimia, Artist Alley, Auditorio Círculo das Ideias, Sala de Oficinas e Palco Além das Letras. 

04 a 13 de outubro | das 10h às 22h

centro de convenções de pernambuco

Mais informações
Entre em

R. Jorn. Paulo Bitencourt, 155 – Derby, Recife – PE, 52010-260
(81) 3231-5196 | www.cia-eventos.com

Desenvolvido por: